sábado, 22 de maio de 2010

Livros e viagens

As viagens e os livros são como dois amigos inseparáveis.
Mesmo na era da internet e televisão, eles continuam a ser os responsáveis por desejarmos ir a algum lugar. Antes de partirmos fisicamente já o fizemos no mundo dos livros.
Muitas viagens começam, passam e acabam neles. Algumas nunca saem das suas páginas.
Quantos de nós não têm destinos que fazem parte do nosso imaginário porque lemos um livro de aventuras quando éramos crianças.
Em muitas viagens eles são os nossos únicos amigos acompanhando-nos por quilómetros e quilómetros. Costumo dizer que certos livros "têm mais quilómetros nas páginas" que muitas pessoas.
Eles podem descrever os locais, dar-nos conselhos, ou tão simplesmente falar sobre as experiências vividas num momento. Mas são mais fiéis que uma imagem, porque têm alma, têm o interior do autor.
Para mim é quase impossível viajar sem livros. Mesmo que alguns vão e regressem sem que os termine.
Quem não viajou na Patagónia com o Bruce Chatwin, Paul Theroux ou Luís Sepúlveda, percorreu os oceanos com Melville, ou tão simplemente deu a Volta ao Mundo em Oitenta Dias com o Júlio Verne?

6 comentários:

Rui Lança disse...

Tu é que és um amigo inseparável, que estupidamente passo muito tempo sem te ver. És um companheiro de viagens, desde da Serra da Estrela, Espanha, Gavernie, Picos, Fraguinha, etc.

Vê se apareces! Abraço

Tiago Viana disse...

Tens toda a razão. A culpa não é de nenhum de nós, é dos dois.
Eu vou aparecer e será esta semana.
Porque a internet no nosso caso não nos aproxima, afasta-nos.
Um abraço forte do teu inseparável e eterno amigo.

Vagamundos disse...

Bom tópico Tiago. Os livros sempre nos acompanham nas nossas viagens: temos sempre na bagagem lugar reservado para os indispensaveis guias e para a literatura propriamente dita. E são inumeras as viagens que fazemos através das paginas de um bom livro, mesmo sem sair de casa.
Abraços

Tiago Viana disse...

Eu tenho viajado sem guia por opção mas sigo indicações que já tenho e dos locais é claro.
Agora o livro de bolso vai sempre.

ines.ipg disse...

viajamos no espaço e tempo! :D

Tiago Viana disse...

É isso Inês.
Cada vez mais gosto de ler, sejam livros, sejam artigos.
Curiosamente cada vez vejo menos televisão.